Criada Câmara de Comércio Asiática, que já trabalha intensivamente

O empresário Yao Peng Huang é o presidente da Câmara de Comércio Asiática - Foto de RChaves

No dia seguinte de posse da diretoria, entidade reuniu-se com representantes da Prefeitura de Curitiba e Governo do Estado

Auditório lotado na última quinta-feira, durante lançamento da Câmara de Comércio Asiática e posse da diretoria, no Sinduscon.

Quem abriu o evento foi o Diretor Jurídico da entidade, advogado Heroldes Bahr Neto, um dos grandes incentivadores da criação da Câmara, somado a inúmeros empresários. Segundo ele, um dos focos vai ser o turismo, mas “as oportunidades de intercâmbio com a Ásia são as mais variadas, inúmeras, basta arregaçarmos as mangas, identificá-las e fazer acontecer”, salientou Bahr Neto.

Na sequência falou o empresário Alphonse Voigt, cofundador da empresa curitibana EBANX, que processa pagamentos para sites internacionais. Em 2018, a empresa foi responsável por transacionar 7 bilhões de reais pela internet, sendo 40% desses negócios feitos diretamente com o mercado asiático.

Chang, Tsung-Che, Cônsul Geral de Taiwan e Diretor Superintendente do escritório econômico e cultural de Taipei no Brasil, elogiou a iniciativa de instalar uma Câmara Asiática no Brasil, com uma visão diferenciada. Segundo Tsung-Cheque, a Ásia não é apenas a China, que atualmente apresenta instabilidade política. “Há muito que se investir no Sul da Ásia, a Índia é um exemplo, apresenta um crescimento econômico muito grande, assim como Taiwan, que tem muito interesse em incrementar seu volume de negócios com empresários brasileiros”, explica o Cônsul, que também afirmou seu interesse em fomentar o turismo, recebendo brasileiros em Taiwan, “estamos em 1º lugar na questão ambiente mais amigável para turismo de estrangeiros no mundo”.

Diretores da entidade em reunião com representantes da prefeitura, um dia após a posse – Foto Divulgação

Discursando em inglês, a Diretora da TAITRA – Taiwan Trade Center, Brazil, Raquel Hsiu Ling Lu, explicou que Taiwan é um dos países mais inovadores em tecnologia atualmente e tem sido um dos principais responsáveis pela comunicação com as maiores marcas do mundo. Salientou ainda a expertise do país nas áreas de inteligência artificial e comércio vinculado à internet. “A aproximação e esse laço criado com o Brasil é de maior importância, visto que Taiwan pode trazer ao Brasil toda essa tecnologia. Temos um escritório em São Paulo há mais de 30 anos e todos os anos convidamos cerca de 250 empresas para visitarem Taiwan, entenderem um pouco mais do nosso comércio e estabeleceram relações com o Brasil. Agora, com a criação da Câmara de Comércio, esse trabalho será ainda mais intensificado”, afirmou Rachel.

Finalizando as falas, antes da cerimônia de posse da diretoria, o empresário Yao Peng Huang, presidente da Câmara de Comércio Asiática, agradeceu a presença de autoridades, de todos os presentes e salientou a necessidade de uma maior interação do Brasil  com o Sul da Ásia, em especial com Taiwan. Colocou-se à disposição de todos e afirmou que não vai poupar esforços, nem trabalho para o desenvolvimento da Câmara e de todos os negócios e empresas envolvidas.

Encontro de representantes da diretoria da Câmara com representantes do Governo do Estado – Foto Divulgação

Prova disso é que já na sexta-feira, dia seguinte do lançamento e da posse da diretoria, diretores da entidade participaram de duas reuniões, uma com representantes da Prefeitura de Curitiba e outra do Governo do Estado do Paraná, ambas para construção de pauta conjunta de interesses na área de turismo.